*Informamos que as boas práticas são publicadas no idioma original de origem da escola e as traduções para outros idiomas são feitas por um tradutor automático.

0

Categoria:Desenvolvimento de competências profissionais e sociais
Tags:Competências técnico-profissionais Trabalho por projetos Enfoque comunitário

En el marco de la Estrategia de Biodiversidad del País Vasco 2030, el Aula Medioambiental del Ayuntamiento de Getxo, nos propone que los/as alumnos/as de la especialidad de Jardinería junto con el equipo educativo, participemos en la construcción de una zona ajardinada en el municipio de Getxo. Mediante este proyecto se persigue propiciar un escenario para desarrollar actividades relacionadas con la formación, educación y la sensibilización ambiental.

objetivos:

  • Educar y formar al alumnado de jardinería en la importancia del fomento de la biodiversidad y cuidado del medio ambiente.
  • Posibilitar que los/as jóvenes de la especialidad de jardinería desarrollen la iniciativa, la creatividad y el espíritu emprendedor mediante la participación en un proyecto que tiene un impacto medioambiental.
  • Promover el trabajo en red con un enfoque comunitario entre los/as jóvenes fomentando su participación ciudadana.
  • Potenciar en los/as jóvenes el trabajo en equipo, la responsabilidad personal y grupal para la consecución de un bien común.
  • Posibilitar que los/as jóvenes pongan en práctica las técnicas de su actividad profesional asegurando la eficacia y la calidad en sus competencias profesionales.
Compartilhar:
Coletivo:
  • Jovens

Deixar um comentário

Um dos elementos que nos surpreendeu ao realizar esta metodologia é o desconhecimento por parte da população jovem do uso do PC e outras tecnologias. Frequentemente, assume-se que a população jovem, denominada nativos digitais, possui um alto nível de conhecimento ou capacidade de adquirir habilidades digitais. A experiência nos mostrou que o uso de smartphones é muito alto, mas não de programas básicos como o Office, cujo manuseio é muito limitado. Essa carência reforçou a necessidade de incluir esses conteúdos nos treinamentos para aumentar suas chances de encontrar um emprego. Um dos elementos que nos surpreendeu ao realizar esta metodologia é o desconhecimento por parte da população jovem do uso do PC e outras tecnologias. Frequentemente, assume-se que a população jovem, denominada nativos digitais, possui um alto nível de conhecimento ou capacidade de adquirir habilidades digitais. A experiência nos mostrou que o uso de smartphones é muito alto, mas não de programas básicos como o Office, cujo manuseio é muito limitado. Essa carência reforçou a necessidade de incluir esses conteúdos nos treinamentos para aumentar suas chances de encontrar um emprego. Um dos elementos que nos surpreendeu ao realizar esta metodologia é o desconhecimento por parte da população jovem do uso do PC e outras tecnologias. Frequentemente, assume-se que a população jovem, denominada nativos digitais, possui um alto nível de conhecimento ou capacidade de adquirir habilidades digitais. A experiência nos mostrou que o uso de smartphones é muito alto, mas não de programas básicos como o Office, cujo manuseio é muito limitado. Essa carência reforçou a necessidade de incluir esses conteúdos nos treinamentos para aumentar suas chances de encontrar um emprego.